Personagens da Disney – fotografia e ilustração digital


Projeto de Jirka Väätäinen, artista visual finlandês, que com fotografia e ilustração digital retrata de forma realística algumas personagens da Disney.

Qual a sua preferida?

Ariel – A Pequena Sereia

disney-na-vida-real-01

Jamine – Aladim

disney-na-vida-real-02

Esmeralda – O corcunda de Notre Dame

disney-na-vida-real-03

Rapunzel

disney-na-vida-real-04

Bela – A Bela e a Fera

disney-na-vida-real-05

Mulan

disney-na-vida-real-06

Branca de Neve

disney-na-vida-real-07

Princesa Tiana – A Princesa e o Sapo

disney-na-vida-real-08

Mégara – Hércules

disney-na-vida-real-09

Úrsula – bruxa má de A Pequena Sereia

disney-na-vida-real-10

Pocahontas

disney-na-vida-real-11

Alice – Alice no país das maravilhas

disney-na-vida-real-12

Aurora – A Bela adormecida

disney-na-vida-real-13

Cinderela

disney-na-vida-real-14

Jane – Tarzan

disney-na-vida-real-15

Sininho – Peter Pan

ceb3b20eff98193a285be58df0fe81c4

Fonte: www.criatives.com.br

III Festival Intercurtas


UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL – Campus São Miguel e Anália Franco

O III Festival Intercurtas ocorreu no dia 29 de Novembro de 2011. Este trabalho marcou o fim do 1º ano do curso de Comunicação Social, dividindo os universitários do curso nas habilitações de Publicidade e Propaganda; Relações Públicas; Jornalismo e Rádio, TV e Internet.

O conjunto da obra foi composto pela entrega de: Mídia de DVD (Curta-metragem com vinheta – duração de até 6 min no formato AVI), Banner, Flyer, Capa de DVD, Teaser de até 1 min (vinculado semanas antes nas Redes Sociais),  3 Roteiros (Cena a cena, Celtx e Narrativo) e Press-Release.

Alguns grupos fizeram diferenciais como, por exemplo, a Agência Mercúrio  que produziu além destes: Press-Kit, Camisetas (para o grupo e como premiação para quem interagisse nas Redes Sociais a respeito do curta Nas Margens de Mim, da respectiva Agência) e a entrega de brindes (chaveiros) especialmente para os espectadores do Festival.

Além da obtenção da nota, grupos foram premiados em diversas categorias com troféus.


Na categoria MELHOR CURTA todos os finalistas foram do campus São Miguel

E o campeão:

Trabalho proposto pela professora Lara Maria da disciplina Projetos Interdisciplinares.

Juliana Souza

Nas Margens de Mim – Curta-Metragem


No dia 29 de Novembro de 2011 ocorreu o “III Festival Intercurtas” da Universidade Cruzeiro do Sul, marcando o fim do 1° ano de Comunicação Social, separando-nos todos nas habilitações de Relações Públicas; Jornalismo; Rádio, TV e Internet e Publicidade e Propaganda.

A Agência Mercúrio orgulhosamente apresentou “Nas Margens de Mim”, que conta sobre os dilemas de uma soropositiva. Durante a apresentação, a Agência Mercúrio sorteou camisetas, distribuiu chaveiros e claro, toda plateia portava o símbolo (lacinho vermelho) de luta contra a AIDS, uma vez que era a “Semana contra a AIDS”.

Os temas chaves deste ano foram: Tempo, Vida, Morte e Agora.

Confiram o Trailer, o Banner e o Curta!

De onde é que vem?


Analogia sobre a História das Coisas

 

O vídeo “A História das Coisas” expõe de forma simples como funciona o atual sistema econômico e social que gere pessoas do mundo inteiro, o capitalismo, e como o jogo de interesses políticos faz com que a sociedade funcione como máquina.

A questão da sustentabilidade é de extrema importância para as empresas, no que se diz a status, premiações e reconhecimento dos grandes órgãos avaliadores, mas na prática, não se tem número considerável de adeptas no que se refere a reciclagem.

 

Hoje, grandes empresas, como a que eu trabalho, utilizam a chamada Logística Reversa, que é uma forma de ajudar o meio ambiente em meio a essa troca desenfreada de produtos. Esta nova forma faz com que os produtos retornem à empresa, e assim sejam reaproveitados, justamente o que o vídeo propõe, diminuindo o desmatamento, a exploração de países subdesenvolvidos (população), e a poluição.

Mas isso ainda não é o suficiente, em minha opinião, pois isso vai da cultura de massa, imposta pelos meios de comunicação, e cabe também às pessoas mobilizarem-se para a melhora deste sistema. As próprias pessoas se rendem à moda, por exemplo, e compram coisas desnecessárias, às vezes.

É muito mais que economia, é uma questão social.

Juliana Souza

Trabalho proposto pela disciplina online de Sociologia.

Dublagem


História do Cinema e da Fotografia – Dublagem

Após uma passagem sobre o surgimento da fotografia e do cinema em suas várias épocas, a Agência Mercúrio mostra a  visita ao dublador Hermes Baroli (voz do Seiya de Pégasus, personagem do Cavaleiros do Zodíaco), que fala sobre as vantagens e dilemas sobre fazer dublagem no Brasil e no mundo hoje.

Exclusivo: Vagner Fagundes dublando o seriado “Férias com o Derek”.

Uma ótima abordagem sobre um tema pouco explorado. Confiram!

Juliana Souza

Babel


Como falar dos impactos da Globalização no filme Babel?

Selecionei duas cenas do filme:

Uma mostra a babá na festa de casamento com as crianças americanas e isso mostra como países tão próximos são tão diferentes.

Uma vez que a babá estava trabalhando de forma irregular nos EUA, já que era estrangeira, refleti sobre como a globalização fez com que as pessoas fossem buscar novas formas de ganhar a vida, uma delas buscando um país capitalista e avançado como melhor escolha. Na sociedade atual é muito comum vermos este tipo de situação, que mostra a interligação de culturas. Nesta mesma cena vemos as crianças americanas estranharem os costumes dos mexicanos.

Babel

Outra cena que me chamou a atenção é a da garota surda vendo no noticiário o possível ato terrorista contra uma americana. Isso mostra como as informações correm o mundo pelas mídias digitais, e o contraste entre o país de recebimento da notícia e o país sede.

Vemos que nos Subdesenvolvidos existe uma desigualdade imensa, pois a miséria com que aquela família que vivia da criação de cabras, fez com que não soubessem a magnitude da informação, mas em outra parte do mundo, já existia muita especulação.

Este filme mostra a globalização e as diversas formas como ela ocorre nas diferentes sociedades que abrange. 

Juliana Souza

Trabalho proposto pela disciplina online de Sociologia.

“CAPITALISMO UMA HISTÓRIA DE AMOR”


A ganância do homem está tão desenfreada que a situação de fazer do outro, mais pobre, um objeto de uso destinado apenas a fazer dinheiro é muito comum à nossa sociedade.

AUTOR DE CAPITALISMO UMA HISTÓRIA DE AMOR

Cineasta, documentarista e escritor estado-unidense conhecido pela sua postura crítica em relação às grandes corporações, à violência armada, à invasão do Iraque e à hipocrisia dos políticos, sendo particularmente crítico em relação a George W. Bush.

O documentário “Capitalismo uma historia de amor” de Michael Moore retrata a situação política e social de sua terra natal, os Estados Unidos, e como as grandes corporações com o aval do governo, exercem influência na vida do povo, uma vez que quem tem mais poder e dinheiro são os políticos e empresários.

Essa “fusão” do governo com as empresas causa danos à vida dos trabalhadores comuns, pois, os interesses do povo não são atendidos, e quem sempre sai no lucro, literalmente, são os ricos, uma conseqüência do capitalismo.

O filme tem no título o complemento “uma história de amor” por que o capitalismo, quando surgiu, com as grandes ofertas de emprego, e o enriquecimento rápido de muitas famílias dava a sensação de que esse conforto perdurasse por muitas gerações; que fosse vitalício para o país. Mas pelo contrário, o crack da bolsa de Nova York em 1929 mostrou a verdadeira face desse sistema político.

Hoje, no início do século XXI tivemos mais exemplos do que o capitalismo pode trazer à vida da população . As hipotecas durante o Governo Bush tiraram o lar de muitas famílias; entre outros casos mostrados no filme como a prisão de jovens em busca de dinheiro que financiasse o reformatório, e o pagamento de seguro de vida para empregados onde quem ficava com todo dinheiro (muitas vezes na casa dos milhões) eram as corporações (como o CitBank).

Nossa sociedade está viciada nesse sistema político e concordo com Moore que devemos formular um outro, pois poucos terem praticamente tudo e muitos simplesmente nada é injusto e egoísta. Esse não deveria ser um dos tipos de valores que as crianças e nós mesmos jovens universitários deveríamos aprender e praticar.

O capitalismo é a imposição do ter em detrimeto do ser, e o filme mostra exatamente isso. Os grandes empresários e polícos não querem perder tudo o que “conquistaram” e muito menos daqui para frente deixar de ganhar mais e mais dinheiro e influência, ou seja, poder político-econômico. Mas, também não acredito que o socialismo(que ficou implícito no final do documentário) seja a melhor opção, uma vez que teríamos que confiar na honestidade de todo ser humano, o ao que meu ver poderia causar pior situação. Os universitários e estudiosos tem que rever os valores da nossa sociedade globalizada e fazer um outro sistema político que ajude a todos, ou pelo menos quase todos.

Juliana Souza

(Lauda proposta pelo professor Josué Makoto da Disciplina Comunicação Visual e Gráfica II)

Eduardo e Mônica – O filme


Veja, vale a pena!!! Lindo demais!

A Rede Social


Acabei de assistir “A Rede Social” e recomendo.


Não foi à toa que o filme foi indicado ao Oscar e também ao MTV Movie Awards. O jeito de Mark Zuckerberg, o personagem principal, é hilário. Sendo despreocupado com os lucros ele pensava mais na notoriedade, e é isso que ainda importa para ele, já que mesmo com propostas altíssimas não vendeu sua humilde companhia que hoje está avaliada em 25bi.

A verdade é que ele não foi tão bonzinho assim, e isso me lembra a história de uma outra personagem do ‘Vale do Silício’, que é o ‘gênio’ Bill Gates (quem assistiu o filme “Piratas do Vale do Silício” sabe do que estou falando, e se não assistiu, baixe agora, vale a pena!). 

Mas o que está em questão é que se tornar o bilionário mais jovem do mundo, no auge de seus 25 aninhos , não é para qualquer ser mortal. O filme prende a atenção do espectador por ser simples, e desta forma faz com que a pessoa se imagine dentro do cenário. 

Voltando a falar sobre a personalidade de Zuckerberg, adorei o sinismo com que ele respondia aos jurados e isso mostrava que por mais que ele tivesse conquistado uma imensa fortuna, não se passava de um jovem (não muito comum, é claro). “Você não é uma pessoa, mas sei que faz o possível pra isso”.

Por fim, recomendo o filme: é ótimo.

(Quando publicar isso, vai direto pra onde? Sabe? Sabe? Sabe? Para o Facebook é claro! hahahahaa)

As 10 Maiores redes sociais do mundo

Dados de 2009 pelo site lista10.org. Fonte: Compete

1º. Facebook – 1.191.373.339 de views por mês
2º. MySpace – 810.153.536
3º. Twitter – 54.218.731
4º. Flixster – 53.389.974
5º. Linkedin – 42.744.438
6º. Tagged – 39.630.927
7º. Classmates – 35.219.210
8º. My Year Book – 33.121.821
9º. Live Journal – 25.221.354
10º. Imeem – 22.993.608

Juliana Souza

Filminhos do fim de semana


Este fim de semana assisti os filmes “Equilibrium”“Inimigo do Estado”.

A propósito para quem já leu e gostou do livro “1984” de George Orwell,  o filme “Equilibrium” é uma boa escolha, mas como eu não gosto muito de filmes de ficção… Achei interessante, mas muito exagerado.

Já com o filme “Inimigo do Estado” tive posição completamente diferente. Simplesmente amei!

Não sei se é pela admiração pelo ator Will Smith, mas para mim ele é um dos melhores artistas em atividade da história do cinema, e não é para menos que a grande maioria de seus trabalhos vira sucesso de bilheteria.

Ambos os filmes são sobre o tema “sociedade vigiada” e também são futuristas. Aí vai a minha dica: Assista o filme “Inimigo do Estado”!

O tema “Sociedade Vigiada” é o tema do projeto interdisciplinar da minha universidade, e ainda tenho que assistir muitos filmes sobre isto para montar meu projeto juntamente com meu grupo.

%d blogueiros gostam disto: