Casa de Bonecas – Henrik Ibsen


42° melhor livro de todos os tempos

Como  falar em uma mulher que no século XIX abandona marido e filhos, buscando entender a si própria?

Foi justamente o que Nora fez!

Uma história intrigante e com desfecho inesperado.

A peça fala de uma mulher, Nora Helmer, uma dona de casa de classe média, que com a ajuda de empregados, cria os filhos e cuida para que o marido se sinta sempre bem. Mas essa exemplar mulher esconde algo, que é o desvencilhar da história: uma vez adoecido seu marido Sr Helmer, precisou de tratamento, e ela mentindo ter pego empréstimo com o pai para pagar as despesas, na verdade estava nas mãos de um agiota, que a troco de um emprego no banco em que seu marido era diretor, lhe devolveria a última nota promissória, que ela mesmo havia falsificado a assinatura, um crime.

A inocente Nora estava desesperada em pensar no que poderia ocorrer, mas sempre acreditou que o marido não a condenaria, e entenderia que o que fez foi por amor.

Em meio a tantos ocorridos, sua amiga Linde promete ajudá-la, e o faz, convencendo o agiota a se casar com ela, com a condição de devolver a nota para Norma; ele concede ao pedido, e devolve-a. Mas já era tarde. Uma carta dele contando a verdade já estava na caixa de correio dos Helmer, e o marido ao ler dá a sentença a Nora: ela não educaria mais os filhos, e eles seriam casados apenas pelas aparências.

E ela que acreditava na compaixão dele, pobre Nora. Mas o inesperado acontece e ele, ao ver uma outra carta, se depara com a maldita promissória. Então diz a ela que estava tudo bem, mas quem já não estava bem era Norma.

Nora dá um banho de personalidade, que pra mim estava escondida até então, e diz a ele que estava cansada de nunca terem conversado seriamente, de ser uma boneca em suas mãos. Ela já não o amava. E assim vai embora de casa.

Nossa, que loucura, que reviravolta… é exatamente o que acontece.

Hoje isso não teria repercussão, ao contrário da época em que a peça de Ibsen saiu pelos teatros afora, um estardalhaço na sociedade. A obra foi muito criticada, além das feministas que viram nela um refúgio, o que já era esperado.

É uma das 100 melhores obras pra se ler!

Juliana Souza

Anúncios

Sobre Juliana Souza
Relações Públicas, inglês/espanhol/italiano, estudante de Comércio Exterior *-* Amante da leitura e do cinema!

One Response to Casa de Bonecas – Henrik Ibsen

  1. FLAVIA says:

    LINDA…TITIA TE AMA….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: